Nessa semana no meu blog eu coloquei uma listagem de livros que recomendo no meu novo curso, Prof. de M√ļsico Empreendedor. Junto a essa postagem aproveitei tamb√©m para compartilhar mais 2 listagens, uma de biografias e uma sobre empreendedorismo.

Eu tenho certeza que o conte√ļdo de todas essas obras v√£o fazer a diferen√ßa na carreira de todos voc√™s como m√ļsico empreendedor como fizeram na minha.

Segue abaixo as listagens, boa leitura a todos!

Livros sobre empreendedorismo

Biografias Recomendadas

Prof. de M√ļsica Empreendedor – Leitura Recomendada

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Essa semana atualizamos algumas classes e inserimos outras, segue abaixo nossa lista de atualiza√ß√Ķes.

– Semanas 23 e 24 na classe de Guitarra 02 (Curso Express)
– Aula de Samba na classe de Levadas de M√ļsica Brasileira
– Criamos a classe Prof. de M√ļsica Empreendedor – YouTube Lives
РAcrescentamos na classe Rotina de Estudos a aula Técnicas para estudar.

 


N√£o Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Como se manter focado com o volume de informa√ß√Ķes que temos hoje em dia? √Č poss√≠vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? Voc√™ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? Voc√™ sabe como montar o seu cronograma de estudos?
Parecem quest√Ķes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informa√ß√Ķes que temos dispon√≠veis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.

1 – Veja primeiro aqui / Rotina de estudo

Menos √© Mais (quase sempre…)

 

 

Miles Davis foi uma das figuras mais ic√īnicas na m√ļsica popular de todos os mundo, um m√ļsico que moldou a maneira de improvisar e de liderar bandas. Entrar na banda do Miles Davis era garantia de fama eterna.

Miles cunhou uma frase que tomou uma propor√ß√£o gigante quando disse: “Menos √© mais”.

Talvez a maior revolu√ß√£o proposta por Miles Davis tenha sido o rompimento com as harmonias complexas e a maneira de tocar ultra densa dos m√ļsicos de bebop, ou seja, era muita nota para um ouvinte comum compreender.

Miles Davis ficou conhecido por suas notas alongadas, pelos buracos deixados no meio dos improvisos, pela surpresa dos seus ataques.
O menos √© mais de Miles Davis n√£o se resume a si mesmo ou apenas a m√ļsica. Picasso ao longo dos anos foi tirando a complexidade de seus tra√ßos por outros mais simples.

Certa vez Steve Jobs disse: “√Č preciso trabalhar duro para deixar seu pensamento limpo e ton√°r-lo simples.”
Nassin Taleb escreve em seu livro Antifragil que a simplicidade é muito mais eficaz do que a complexidade.

Você pode continuar buscando tocar muitas notas, tocar acordes complexos e, na verdade, estes grandes nomes acharam a simplicidade depois de ter por um árduo processo de introspecção.

Só estou escrevendo esta mensagem para dizer que esta tudo bem em tocar muitas ou poucas notas, o seu valor não estará nisso, mas sim na verdade daquilo que você faz.

Toque muito ou pouco se isso é o que você quer transmitir, mas não faça isso porque outras pessoas estão fazendo ou esperam que você seja capaz de fazer.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


N√£o Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Outside, um tema que muitos tem d√ļvida do que √© de como aplicar ao seu vocabul√°rio na hora de improvisar.

Se desenvolver a habilidade de tocar dentro e fora da tonalidade adicionando uma sonoridade mais moderna, ácida e inovadora é algo que você sempre buscou, essa classe vai te ajudar em todo o caminho do seu estudo, com exercícos, dicas, conceitos, dezenas de frases analisadas dentro de vários estilos, Rock, Jazz, Fusion, Funk e Blues.

 

 


 

Hoje o papo é reto e rápido.

 

Você não escolhe acordar motivado todos os dias, mas acordar disciplinado é uma escolha.
Ao invés de buscar maneiras para se sentir mais motivado, pense apenas na disciplina.
Você vai pegar e vai fazer simplesmente porque é um comando e você pode.

Pratique todos os dias, independentemente do seu cansaço ou estado de espírito. Pratique por 10, 20 minutos ou por 2 horas, não importa, o que importa é que você adquira este hábito.
O cérebro humano leva em média 60 dias para colocar um novo hábito na programação, depois disso tudo se torna mais fácil.
Portanto, no início o comando é seu, mas com o tempo o cérebro vai te ajudar nesta caminhada.

Curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da semana.

 

Mantendo o padrão de sempre melhorar as aulas que já temos disponíveis na plataforma, desde o meio do ano o Mateus vem regravando o curso de Guitarra 02, e nessa semana incluímos a semana 20. Nessa aula falamos continuamos o assunto dos modos da escala maior, e abordamos os modos menores frígio e eólio, e abordamos um pouco sobre o blues menor.

J√° na classe de percep√ß√£o 2, na se√ß√£o express onde editamos o √°udio e v√≠deo, fizemos corre√ß√Ķes de volume e editamos as semanas 16 a 19. Para facilitar a navega√ß√£o do aluno e tornar a localiza√ß√£o das aulas mais f√°ceis, renomeamos as aulas.

Guitarra 02

Percepção Berklee 02 (Express)

 


N√£o Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Voc√™ estudou muito, praticou bastante e decidiu iniciar o seu trabalho autoral, s√≥ tem um por√©m, n√£o sabe por onde come√ßar ou se sente perdido nas suas composi√ß√Ķes. N√£o existe nada melhor do que ter a oportunidade de avaliar e ter dicas de outro m√ļsico que j√° tem seu trabalho lan√ßado, uma carreira consolidada e 4 √°lbuns lan√ßados. Nossa classe de processo de composi√ß√£o instrumental aborda o processo de composi√ß√£o do nosso professor e diretor Mateus Starling. Atrav√©s de playbacks, √°udios, transcri√ß√Ķes e todas as explica√ß√Ķes diretamente do Mateus sobre os trabalhos que foram lan√ßados ao longo dos anos.


 

Restringir para Expandir

 

Aprendi esta frase com um dos maiores professores da Berklee chamado Hal Crook.
Ele dizia que para expandir é necessário restringir.

Quando falamos na prática de escalas, arpejos, voz guia e etc por região, estamos falando em restrição.
For√ßar o m√ļsico a enxergar tudo o que precisa em uma regi√£o o for√ßa a eliminar as obscuridades.
Quantas vezes você parou de tocar em uma região do braço porque você não conseguiu ver a escala, o arpejo ou a escala naquela região?

Quando n√£o restringimos, voltamos sempre para os lugares de conforto, dos modelos mais f√°ceis, os acordes sem invers√£o, as conex√Ķes mal feitas, enfim, voc√™ deixa de experimentar novas sonoridades e cacoetes que s√≥ funcionam em locais espec√≠ficos.

Você precisa se acostumar a restringir logo no início, nas coisas mais simples, tal como pentatonicas e tríades, depois se torna natural, pois se transforma em uma mudança de mentalidade.

Por isso sempre digo para que voc√™s confiem em nosso conte√ļdo e cronograma, porque, sem perceber, voc√™ j√° estar√° dominando estas ferramentas.

Curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

Fizemos uma atualização no curso de Percepção Berklee 2. Acrescentamos 15 semanas de classes express e até o final da semana teremos muito mais. Todos as aulas das semanas estão nomeadas informando o assunto que está sendo abordado ou a página da apostila em questão que está sendo abordada na aula, tudo isso para poder tornar a navegação pelas aulas mais amigável para o aluno!

 


N√£o Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

A prática da leitura junto ao instrumento é algo muito comum ao instrumentista de sopro ou pianista por exemplo, dificilmente você vai encontrar um violinista que não lê uma partitura por exemplo. Infelizmente essa não é a mesma realidade quando falamos da guitarra por exemplo, muitos guitarristas enfrentam esse problema de não conseguir ler uma partitura.

Pensando nisso nosso diretor e professor Mateus Starling desenvolveu o curso de leitura para guitarristas. Com 10 estudos em playalongs, mais de 10 PDF’s com pe√ßas para o estudo de leitura e aproximandamente mais 60 minutos de aulas falando sobre leitura de acordes, leitura na pr√°tica e como desenvolver a leitura para tocar no instrumento.


 


Nosso diretor Mateus Starling √© capa da edi√ß√£o de Fevereiro da maior revista de guitarra do Brasil: “O cara vive uma nova fase na carreira, buscando fazer um som acess√≠vel sem perder a liberdade inerente ao¬†fusion. Ele falou tudo sobre o novo (e sensacional) disco. Vale a pena conferir!”

Guitarras estrangeiros de fusion:

Al Di Meola, Alex Machacek, llan Holdsworth, Andy Summers, Andy Wood, Bill Connors, Bill Frisell, Birelli Lagrene, Borislav Mitic, Blues Saraceno, Brian Baker, Brett Garsed, Brian Hughes, Chet Catallo, Chuck Loeb, Chris Brooks, Chris Poland, Christophe Godin, Conrad Schrenk, Damjan Pejcinoski, Danielle Gottardo, Dave Martone, Dave Tronzo, David Fiuczynski, David T. Chastain, David Torn, Derryl Gabel, Fabrizio Leo, Fareed Haque, Frank Gambale, Fridrik Karlsson, Gary Boyle Gerald, Gradwohl, Greg Howe, Guthrie Govan, Hiram Bullock, Ioannis Anastassakis, Issei Noro, Jake Hertzog, Jan Akkerman, Jan Zehrfeld, Jane Getter, Jean Marc Belkadi, Jennifer Batten, Jeremy Barnes, Jimmy Herring, Joe Beck, John Abercrombie, John Czajkowski, John Goodsall, John McLaughlin, John Scofield, Johnny Alegre, Joop Walters, Kazumi Watanabe, Kenn Smith, Larry Carlton, Larry Coryel, Marco Sfogli, Marion Tomic, Mark Lettieri, Martin Miller, Mattias Eklundh, Michael Landau, Michael Lee Firkins, Mike Miller, Mike Stern, Milan Polak, Neal Nagaoka, Nels Cline, Nguyen Le Okan Ersan, Orhan Demir, Oz Noy, Pat Methney, Patrik Carlsson, Peter Sprague, Phill Aelony, Prashant Aswani, Richard Hallebeek, Richie Kotzen, Rob Balducci, Robben Ford, Russ Freeman, Ryo Kawasaki, Scott Henderson, Scott McGill, Shane Theriot, Shaun Baxter, Shawn Lane, Silvio Gazquez, Steve Khan, Steve Lukather, Steve Morse, Steve Topping, Susan Weinert, T.J.Helmerich, Terje Rypdal, Theodore Ziras, Tim Miller, Tisziji Munoz, Todd Grubbs, Tom Quayle, Tony MacAlpine, Tony Smotherman, Torsten de Winkel, Tosin Abasi, Vlatko Stefanovski, Wayne Krantz.

Guitarristas brasileiros de fusion:

Andre Nieri, Alexandre Bicudo, Cacau Santos, Faíska, Frank Solari, Jubileu Filho, Kiko Loureiro, João Castilho, Juninho di Souza, Leandro Esteves, Luciano Magno, Mateus Asato, Mateus Starling, Michel Leme, Mozart Mello, Ricardo Sorriso, Rodrigo Gouveia, Torcuato Mariano, Vitor Biglione.

Nossa lista esta sempre em crescimento, ent√£o nos ajude com nomes relevantes do fusion brasileiro e estrangeiro.

OBS: Priorizamos guitarristas que possuam pelo menos 1 trabalho solo autoral lançado.