Ta aí um dos maiores mestres da guitarra de todos os tempos, John Scofield dizendo que muitas vezes senta para estudar por 4 ou 5 horas e não sai nada.

Miles Davis disse que precisou tocar a vida inteira para soar com ele mesmo.

Sabe qual é a diferença dos mestres para a maioria das pessoas? Os mestres curtem o processo. Se não saiu nada valeu assim mesmo, alguma coisa foi lapidada neste processo.

A maioria deseja um caminho rápido e se não for assim desiste. Ou é tudo ou nada. 

Sabe o que acontece com estas pessoas? Elas simplesmente desistem de tudo o que é novo. Desistem da música, desistem da excelência porque buscam o resultado e não o prazer da jornada.

Não se deixe dominar pela ansiedade e pelos resultados rápidos. Para todas as coisas existe um tempo de maturação que muitas vezes não é o seu tempo.

Como você tem lidado com a ansiedade na hora de estudar?



Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Harmonia Berklee 01;
– Nova estrutura das aulas nas classes Harmonia Berklee 01 e 02 e Guitarra 01 e 02;

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Como se manter focado com o volume de informaçÔes que temos hoje em dia? É possĂ­vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? VocĂȘ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? VocĂȘ sabe como montar o seu cronograma de estudos?

Parecem questÔes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informaçÔes que temos disponíveis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.

Grande parte do que nos tornamos é fruto das crenças que absorvemos ao longo da vida.

No início do ano compartilhei um texto com esta foto. Eu narrava algumas das vezes que ouvi de pessoas próximas (família, professor e amigos) que música era uma profissão de vagabundos.

Apesar disso, também ouvi de outras pessoas que valia a pena seguir em frente com meu sonho, portanto, optei por me agarrar a uma crença correta de que viver de música poderia ser a minha realidade, até porque o bichinho da música tinha me mordido e não conseguia me ver fazendo outra coisa.

Eu segui, mas quantas pessoas desistiram quando ouviram isso duas ou três vezes?Quantas pessoas desistem de tantas coisas nesta vida quando ouvem que é impossível, que não é para elas. Que não possuem talento suficiente, que é apenas para pessoas privilegiadas?

É fácil falar que a gente não liga para o que as pessoas acham ou pensam, mas somos simplesmente a média das pessoas que estão ao nosso redor e uma esponja das práticas que observamos.

Se estas crenças te pararam um dia você pode optar por fazer diferente de agora em diante.

É possível viver de música e como professor de música. É possível tocar em alto nível mesmo sendo amador, é possível lançar um álbum solo, tocar para um audiência relevante, é possível.

Henry Ford disse: Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você esta certo”.



Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Guitarra 03 (express);
– Novas aulas na Classe Harmonia Berklee 01;
– Novas aulas na classe Aulas dos Alunos Faixa Preta;

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

É aquela questão que o Les Paul abordou lá trás: “Você não pode ir numa loja e comprar um bom ouvido”.

O ser humano tem muita satisfação em comprar coisas, pois é sua na mesma hora, mas depois passa. O conhecimento você conquista por etapas, mas é seu para sempre.

É chato falar isso, mas a verdade é que as pessoas acabam priorizando as coisas erradas.

O estudo liberta e tudo o que entra na sua mente ninguém pode roubar.

Como você prioriza e investe na compra de equipamentos e conhecimento?


Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe AnĂĄlises Musicais;
– Nova classe Harmonia Berklee 1 (Express);
– Nova aula na classe Rotina de Estudos/Veja Primeiro Aqui

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Anålises exclusivas para os nossos alunos sobre o trabalho de vårios artistas diferentes, independente do estilo musical, passando por Jazz, Fusion, Rock, Blues. Essas anålises são feitas sem o instrumento na mão, prezando bastante a percepção dos nossos alunos a sonoridade impressa pelo artista em cada trabalho analisado. Desde escalas que foram usadas a motivos melódicos e rítmicos. exemplos pråticos abordam as intençÔes estilísticas do neo soul, jazz, rock, blues e fusion, mostrando a versatilidade do assunto.

Uma das grandes quebras de paradigma da minha vida foi ler e entender sobre o estudo deliberado.

Sempre recomendo o livro Peak do Anders Ericsson que trata do assunto.

MĂ©todo -> prĂĄtica -> mentor -> grupo de fomento.

Por mais inteligente que vocĂȘ seja, as chances de vocĂȘ alcançar algo relevante nesta vida isolado Ă© muito pequena.

O mĂ©todo Ă© o passo a passo que precisa da prĂĄtica constante e que precisa da correção de alguĂ©m mais experiente. O grupo de fomento Ă© o organismo vivo que se retro alimenta. É um ciclo perfeito.

As pessoas menosprezam o poder do grupo fomentador. A comunidade na qual vocĂȘ estĂĄ inserido Ă© exatamente o balizador.

Se vocĂȘ estĂĄ num lugar onde a mĂ©dia Ă© alta, entĂŁo vocĂȘ estarĂĄ constantemente em vantagem comparativa com a mĂ©dia dos outros grupos e dos indivĂ­duos que caminham isoladamente.

90% do seu tempo vocĂȘ estarĂĄ praticando sozinho, mas os 10% do seu tempo com mentores e com o grupo de fomento te ajudarĂŁo a entender o contexto de maneira completamente diferente.

VocĂȘ sente que estĂĄ num ambiente que te coloca para romper?

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na Harmonia Berklee 01 (Express);
– Novas aulas na classe de Guitarra 03 (Express);

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Se tornar um mĂșsico proficiente Ă© um dos seus objetivos? É importante na sua carreira conseguir transitar entre esitlos musicais diferentes? Quer aprender a usar de forma prĂĄtica e criativa os intervalos melĂłdicos e harmĂŽnicos e dessa forma incrementar seus improvisos?

Os intervalos fazem parte do estudo de qualquer instrumento musical e o tema transcede os estilos musicais. Duvida?

Nessa classe os exemplos pråticos abordam as intençÔes estilísticas do neosoul, jazz, rock, blues e fuision, mostrando a versatilidade do assunto.

Tive um professor francĂȘs de prĂĄtica de conjunto na Berklee chamado Allan Mallet, alĂ©m de ser um grande pianista ele era muito duro com os alunos.

Certo dia estĂĄvamos numa sala em que o amplificador era bem ruinzinho. Depois de tocar uma mĂșsica ele olhou para mim e disse: “NĂŁo estou gostando do seu som.” Eu repliquei: “Esse amplificador Ă© muito ruim.” Ele replicou: “don’t blame the amp”, ou seja, nĂŁo culpe o amplificador.

Durante meia hora a aula foi uma seção de lição de moral sobre nĂŁo culpar equipamentos pela sonoridade ruim que vocĂȘ estĂĄ tirando, basicamente falando sobre como excelentes mĂșsicos que ele jĂĄ tocou sempre deram um jeito com o que tinham para soar ao menos satisfatĂłrio.

Claro que no dia eu nĂŁo concordei e achei o professor um babaca, mas ele estava coberto de razĂŁo.

O mĂșsico precisa se virar com o que tem disponĂ­vel. Ao longo da estrada nos deparamos com muito equipamento ruim e vocĂȘ precisa dar o seu jeito porque o trabalho tem que ser feito.

As vezes a sua melhor gig nĂŁo serĂĄ aquele que vocĂȘ tocou melhor, mas a que vocĂȘ conseguiu contornar os percalços com maestria.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Guitarra 03 (Express);
– Novas aulas na classe Harmonia Berklee 01 (Express);
– Novas Aulas na classe Aula dos Alunos Faixa Preta, com o nosso grande aluno Heverton Rocha;

NĂŁo viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Outside, um tema que muitos tem dĂșvida do que Ă© de como aplicar ao seu vocabulĂĄrio na hora de improvisar.

Se desenvolver a habilidade de tocar dentro e fora da tonalidade adicionando uma sonoridade mais moderna, ĂĄcida e inovadora Ă© algo que vocĂȘ sempre buscou, essa classe vai te ajudar em todo o caminho do seu estudo, com exercĂ­cos, dicas, conceitos, dezenas de frases analisadas dentro de vĂĄrios estilos, Rock, Jazz, Fusion, Funk e Blues.

Professores normalmente abordam os alunos com aquela pergunta clássica no primeiro dia de aula: “Você conhece a escala pentatônica, tríades, tétrades, escala maior?”.

A verdade é que esta pergunta é uma sondagem incompleta. Conhecer é muito diferente de aplicar e ter disponível. Não estou falando sobre exaurir o assunto ou dominar a matéria, mas sim conhecer ao ponto de que vocĂȘ consiga “simplesmente reagir ao golpe”.

Muitas vezes ouço do aluno: “Eu sei mas preciso pensar antes”. Ok, eu entendi que vocĂȘ sabe o que é, mas se não estĂĄ disponível no momento não estĂĄ cumprindo o propósito.

Não adianta dar uma pancada forte no saco de boxe se vocĂȘ não é capaz de reagir ao golpe do adversário. Na música é a mesma coisa — vocĂȘ pratica para na hora que estiver tocando simplesmente reagir — vocĂȘ não quer parar e pensar: “Qual é o modelo desta região?”, “Como que toca aquela inversão mesmo?”…Já era, o bonde passou e vocĂȘ ficou para trás.

Tudo o que vocĂȘ aprende precisa estar disponível, por isso é tão importante aplicar em repertório. No fim das contas tem que virar música.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Guitarra 03 Express;
– Criação do grupo para alunos iniciantes no Telegram;
– Nova classe de Harmonia Avançada;
– Novas aulas na Classe de Harmonia 1 Express;

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

VocĂȘ estudou muito, praticou bastante e decidiu iniciar o seu trabalho autoral, sĂł tem um porĂ©m, nĂŁo sabe por onde começar ou se sente perdido nas suas composiçÔes. NĂŁo existe nada melhor do que ter a oportunidade de avaliar e ter dicas de outro mĂșsico que jĂĄ tem seu trabalho lançado, uma carreira consolidada e 4 ĂĄlbuns lançados. Nossa classe de processo de composição instrumental aborda o processo de composição do nosso professor e diretor Mateus Starling. AtravĂ©s de playbacks, ĂĄudios, transcriçÔes e todas as explicaçÔes diretamente do Mateus sobre os trabalhos que foram lançados ao longo dos anos.

Me recordo de minha mãe falando comigo várias vezes quando eu tinha meus 14 ou 15 anos: “Já que é música mesmo o que você quer para sua vida, então estuda numa escola de música séria.”.

Nessa época a ideia de estudar música de maneira mais formal era absurda para mim. Tudo o que eu queria e achava importante já estava acontecendo. Eu ficava tirando os solos dos guitarristas friatadores da minha época, subia e descia escalas e padrões e para mim a vida de guitarrista era isso.

Só fui realmente começar a estudar harmonia e percepção com meus 22 anos mais ou menos. Foi nesse momento que comecei a ler partitura, compreender as harmonias mais interessantes, realmente ouvir as qualidades dos acordes e as progressões, enfim, um novo mundo se abriu para mim e eu percebi que minha mĂŁe estava certa. Viver de música era muito diferente de se divertir com música.

Se eu pudesse falar com o Mateus Starling de 16 anos eu diria para ser mais humilde e procurar ajuda. Eu tocava bem, mas estava totalmente perdido naquilo que era importante para se tornar um guitarrista profissional. Quando cheguei na Berklee com 26 anos senti que tinha muitas lacunas e que precisa correr atrás do tempo perdido e isso me incomodou por muito tempo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

.

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aula na classe de Guitarra 01 sobre Arpejos Verticais;
– Nova aula no Guitarra 03 Express;
– Apostilas do NĂșcleo Duro agora com a marca d’ĂĄgua mais leve e podendo ser baixada diretamente nas classes;

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Blues, um estilo que deu origem a diversos ritmos oceidentais, considerado o estilo que deu origem ao Rock e a muitos outros. Muitos mĂșsicos tentam dominar o estilo, o feeling, a forma de compor e de executar o blues, mas nem todos conseguem e como resultado nunca aprendem o estilo, ou o consideram de difĂ­cil compreensĂŁo.

Qual sĂŁo as formas do Blues? Quais as possibilidades harmĂŽnicas do Blues maior e menor? JĂĄ pensou em como utilizar acordes no Blues com e sem tensĂŁo TrĂ­tono e Drops?
Como trabalhar o desenvolvimento de motivos, pergunta e resposta e criação de temas espontùneos? Quando e como usar um fraseado Mixolídio aplicado no Blues Mixo #11 e como aplicar a escala alterada no blues? Como tocar um Blues com turnaround?

Nós somos uma massa de hábitos. Nossa identidade é o acúmulo de hábitos que desenvolvemos ao longo de nossa vida, sejam hábitos bons ou ruins.

Estudar música é um hábito, inclusive um dos melhores hábitos que você pode desenvolver, pois é considerado um hábito angular que tem potencial para desenvolver outros hábitos. Por isso países desenvolvidos insistem tanto com a música na grande escolar..

Portanto, você precisa criar o hábito de estudar todos os dias, nem que seja por 30 minutos. Vou deixar umas dicas..

1) Tenha o instrumento por perto: Algo importante para o hábito é a deixa. Ver o instrumento funciona como um gatilho.

2) Estipule os dias e horários para praticar. Como se fossem compromissos inadiáveis.

3) Veja quais são os gatilhos dos hábitos ruins e esconda-os. Vídeo game, controle da Tv, apague o joguinho do celular, enfim, esconda todas as deixas dos hábitos ruins e dê visibilidade ao hábito que quer desenvolver.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Harmonia Berklee 01 na seção Express;
– Nova aula na classe de Guitarra 02 sobre Harmonia Modal;
– Nova classe Express do Guitarra 03 (Começamos a regravar os vĂ­deos no mesmo formato do Guitarra 02);

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Outside, um tema que muitos tem dĂșvida do que Ă© de como aplicar ao seu vocabulĂĄrio na hora de improvisar.

Se desenvolver a habilidade de tocar dentro e fora da tonalidade adicionando uma sonoridade mais moderna, ĂĄcida e inovadora Ă© algo que vocĂȘ sempre buscou, essa classe vai te ajudar em todo o caminho do seu estudo, com exercĂ­cos, dicas, conceitos, dezenas de frases analisadas dentro de vĂĄrios estilos, Rock, Jazz, Fusion, Funk e Blues.

Tente lembrar o que fazia você pegar no instrumento quando começou a tocar..

Talvez o interesse era tocar para estar perto dos seus amigos, o sonho da banda autoral, tocar na igreja, gravar o primeiro álbum, tocar no churrasco..

Sabe qual é o problema da falta de foco? É a falta de propĂłsito..

Propósito é projeto. Algo que você quer construir. Por mais que seja bobo para outras pessoas, montar uma banda pode ter sido a coisa mais importante da sua adolescência. Aquela vontade de tocar com os amigos, criar uma música do zero, rabiscar pedaços de letras, mudar os acordes, não saber como finalizar a canção, sonhar com a música na MTV..

O tempo passou e hoje você toca sozinho no quarto. Não reparte sua música e nem o seu projeto com mais ninguém. Quando você menos percebe já não tem mais propósito para tocar o instrumento. Agora é só obrigação para não abandonar o instrumento em baixo da cama.

Para preencher o buraco do propĂłsito você enfia um monte de conteúdo e atividade no meio da vida e, no fim das contas, a falta de propósito te deixa sem foco e a falta de foco te deixa ansioso..

Então você acredita que vai progredir sem compartilhar sua música, seu progresso e suas dificuldades com outras pessoas, mas assim sua rotina tão sem graça que você desiste..

Música é uma arte para ser compartilhada..

Esteja num ambiente aonde você pode fomentar música com pessoas que estejam passando por etapas parecidas..


Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling                                     

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe AnĂĄlises Musicais;
– InclusĂŁo de mais uma alula na classe Aulas dos Alunos Faixa Preta;
– Novas aulas na classe Harmonia 1 Express;

NĂŁo Viu Ainda?

(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Como se manter focado com o volume de informaçÔes que temos hoje em dia? É possĂ­vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? VocĂȘ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? VocĂȘ sabe como montar o seu cronograma de estudos?

Parecem questÔes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informaçÔes que temos disponíveis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.

Um dos maiores erros de quem estuda mĂșsica Ă© ficar com o olho no futuro e nĂŁo vivenciar as etapas do presente.

A gente quer aprender uma escala nova que alguĂ©m “importante” disse que era a mais legal de todas. Pode ser que seja a mais legal de todas para ele que jĂĄ estĂĄ lĂĄ na frente, mas que nĂŁo faça qualquer sentido para vocĂȘ que ainda tem vĂĄrios buracos na formação.

Em 99% do tempo a mĂșsica popular que tocamos esta passeando por variaçÔes da escala maior. Pouca coisa alĂ©m disso.
Se nĂŁo Ă© a escala maior Ă© a relativa ou algum modo, mas nĂŁo pense que isso Ă© pouco.

Existe muita coisa para se fazer com este “pouco”.
Existem caminhos e interpretaçÔes diferentes existe profundidade e maturidade com este “pouco”. VocĂȘ pode ficar a vida toda com uma lupa dentro da escala maior e fazer misĂ©ria com isso.
Pentas, tríades, tétrades, inversÔes, sobreposiçÔes. Tudo isso estå dentro da escala maior.
Ainda temos a interpretação, ferramentas de expressão, parte rítmica, precisão e etc.

Meu vĂ­deo de ontem no YouTube foi exatamente sobre isso. Se vocĂȘ nĂŁo viu ainda nĂŁo deixe de conferir. AlĂ©m disso subimos um curso novo na plataforma de introdução Ă  guitarra jazz. Foi o assunto mais pedido no grupo do TELEGRAM.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling

Novidades da Semana

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestÔes e opiniÔes
sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da
plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusÔes na plataforma
da escola:

– Nova classe de Introdução a Guitarra jazz;
– Nova gravação das aulas de Harmonia Berklee 1 (Semana 1 Ă  10);
– Correção de pequenos bugs;

NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

“NĂłs somos aquilo que fazemos repetidamente. ExcelĂȘncia, entĂŁo, nĂŁo Ă© um modo de agir, mas um hĂĄbito.” (AristĂłteles)

O maior problema do estudante de mĂșsica Ă© manter a continuidade.
JĂĄ escrevi aqui sobre motivação e disciplina e disse que o grupo de fomento Ă© uma excelente fonte de motivação porque vocĂȘ estarĂĄ convivendo, mesmo que de forma virtual, com vĂĄrios colegas que estĂŁo passando por momentos parecidos com o seu.

Um outro ponto do estudo deliberado Ă© o feedback de um tutor qualificado e sentar sempre com um prĂłposito em mente, portanto, nunca sente sem que sua rotina esteja muito clara.

Perceba que isso tudo ajuda na disciplina, porque vocĂȘ estĂĄ construindo uma percepção de que vale a pena sentar para estudar (sensação de propĂłsito). VocĂȘ tem um cronograma e um conteĂșdo definido, vocĂȘ tem colegas que estĂŁo passando pela mesma caminhada, outros colegas mais experientes para se espelhar.

Agora um ponto importante. A sua identidade Ă© simplesmente o acĂșmulo dos seus hĂĄbitos ao longo da vida. O que vocĂȘ Ă© agora sĂŁo os hĂĄbitos bons e ruins que vocĂȘ vive e que acomulou ao longo da vida.

Estudar mĂșsica Ă© um hĂĄbito angular, ou seja, se vocĂȘ tem disciplina no estudo da mĂșsica, isso irĂĄ te ajudar a ter disciplina em outras ĂĄreas e a desenvolver hĂĄbitos melhores.

Encare a disciplina musical, o compromisso do seu estudo como a possibilidade de vocĂȘ ser transformado tambĂ©m em outras ĂĄreas.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe Harmonia Berklee 1;
– Correção das aulas com problemas na reprodução;
– Correção de pequenos bugs;

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

É muito mais fĂĄcil seguir estudando e tendo disciplina se vocĂȘ encontra propĂłsito no que esta fazendo.

Os hĂĄbitos sĂŁo formados exatamente quando temos uma deixa. Um instrumento prĂłximo quando estamos em casa, por exemplo e uma rotina desencadeada ao pegar o instrumento, que por fim serĂĄ recompensando de alguma forma.

Qual Ă© a recompensa que vocĂȘ tem apĂłs seu estudo com o instrumento? Qual Ă© o sentimento gerado?
Satisfação por estar avançando? Um solo que vocĂȘ consegue tocar? Uma mĂșsica que vocĂȘ consegue acompanhar?

Quando o seu propĂłsito com a mĂșsica Ă© grande, quando tem paixĂŁo envolvida, fica mais fĂĄcil ter disciplina e motivação.
A disciplina Ă© o tapa que vocĂȘ precisa num dia ruim. Algo como: “Hoje estou cansado, mas vou estudar porque Ă© preciso.”

No fundo vocĂȘ sabe que serĂĄ recompensado, talvez nĂŁo hoje e nem amanhĂŁ, mas no fim das contas vocĂȘ vai alcançar aquele propĂłsito maior que te faz querer tocar o instrumento todos os dias.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

VocĂȘ jĂĄ ouviu a expressĂŁo: “Roube como um artista”?
Artistas de verdade estĂŁo acostumados a se apropriar de ideias de outros artistas, isso faz parte do processo de desenvolvimento artĂ­stico.

Como disse Sonny Rollins: “Ninguem Ă© original, todos somos derivados.”
Copie: Este processo Ă© necessĂĄrio para que vocĂȘ pegue o vocabulĂĄrio e a sujeira do estilo. Quando mais vocĂȘ ouve, copia e se apropria, mais vocĂȘ acelera o processo de criar autonomia para olhar para dentro de si e descobrir sua prĂłpria voz musical.

Em pouco tempo vocĂȘ nĂŁo sentirĂĄ mais necessidade de pegar seu instrumento e copiar, apenas ouvindo vocĂȘ jĂĄ consegue identificar o que esta acontecendo, entĂŁo, vocĂȘ simplesmente pega a ideia e rouba para si, sem copiar literalmente, apenas se inspirando pela ideia que foi lançada.

O estudo focado no cronograma e conteĂșdo te ajuda a acelerar ainda mais este processo de percepção musical.

Curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Acrescentamos uma aula nova na classe ROTINA DE ESTUDOS/VEJA PRIMEIRO AQUI;
– Reposição de duas das 3 aulas disponĂ­veis na classe LEVADAS DE MÚSICA BRASILEIRA;
– Melhorias no player de vĂ­deo;
– Correção de pequenos bugs que causavam problemas na comunicação do servidor com a plataforma e atrapalhava a reprodução dos vĂ­deos;
– Melhorias na Área do Aluno;


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

VocĂȘ acha fascinante o mundo da improvisação e tudo o que o rodeia? Quer desenvolver uma mentalidade improvisadora e nĂŁo sabe por onde começar ou acha que precisa aprender dezenas de modelos de escala e arpejos?

Nessa classe nosso diretor e professor Mateus Starling ensina 5 nĂ­veis de improvisação sobre cada tipo de acorde que vocĂȘ vai encontrar com mais frequĂȘncia nas mĂșsicas e ensina como usar ferramentas para improvisar, desde a mais bĂĄsica de todas atĂ© a mais avançada, te ajudando a tornar o seu improviso mais sofisticado e natural.

Antes de pensar em passar mais horas com o instrumento no colo, vocĂȘ precisa mudar sua mentalidade.
Nossos modelos mentais definem nossas açÔes, ou seja a maneira como enxergamos o mundo, os problemas, nosso ponto de vista sobre tudo e tambĂ©m sobre a mĂșsica, definem nossas atitudes e comportamentos.

Para mudar o resultado, antes de tudo vocĂȘ precisa mudar aquilo que dĂĄ o comando para seu comportamento.
A sua rotina e seus hĂĄbitos sĂŁo comportamentos e se antes vocĂȘ nĂŁo muda os seus modelos mentais, logo o comportamento vence e vocĂȘ continua fazendo as mesmas coisas, mantendo os hĂĄbitos ruins, procrastinando e se frustrando.

Veja a oportunidade de estudar como uma dådiva, como algo importante e que precisa de um espaço na sua vida.

Entende que a continuidade faz parte do processo. VocĂȘ precisa ser constante. Confie no conteĂșdo e no cronograma. Reserva uma parte da sua prĂĄtica para se divertir.

Curta o processo.
Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Como se manter focado com o volume de informaçÔes que temos hoje em dia? É possĂ­vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? VocĂȘ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? VocĂȘ sabe como montar o seu cronograma de estudos?

Parecem questÔes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informaçÔes que temos disponíveis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.

 

Por que vocĂȘ deve se focar primeiro em acordes estĂĄticos?
Acordes estĂĄticos sĂŁo aqueles que aparecem sem um contexto harmĂŽnico, tal como um acorde Dm7.

Muitas vezes a base da mĂșsica Ă© um simples acorde estĂĄtico e, obviamente, te dĂĄ uma liberdade muito maior no improviso por nĂŁo esta restrito ao contexto harmĂŽnico.

Quando o acorde esta inserido num contexto de harmĂŽnico, entĂŁo vocĂȘ precisa considerar um pouco mais o contexto, mas entenda que, quase tudo o que vocĂȘ usa sobre um acorde estĂĄtico vocĂȘ pode tambĂ©m usar quando este acorde estiver dentro de uma progressĂŁo harmĂŽnica.
Preparei uma sequencia de aulas sobre acordes estĂĄticos, primeiro sobre um Dm7, depois sobre um G7 e depois sobre um acorde maior. O conteĂșdo jĂĄ esta disponĂ­vel.

Pratique os acordes estĂĄticos, sempre em 12 tonalidades para que vocĂȘ nĂŁo fique restrito a certas tonalidades.
Bons estudos e Deus te abençoe.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Sempre respeitando nossos alunos e ouvindo suas sugestĂ”es e opiniĂ”es sobre como podemos melhorar cada vez mais a experiĂȘncia dentro da plataforma, fizemos as seguintes modificaçÔes e inclusĂ”es na plataforma da escola:

– Novas aulas na classe AnĂĄlises Musicais;
– Correção das aulas com problemas na reprodução;
– Melhorias no player de vĂ­deo;
– Nova classe “5 NĂ­veis de Improviso sobre Acordes”;
– Melhorias na Área do Aluno

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Se tornar um mĂșsico proficiente Ă© um dos seus objetivos? É importante na sua carreira conseguir transitar entre esitlos musicais diferentes? Quer aprender a usar de forma prĂĄtica e criativa os intervalos melĂłdicos e harmĂŽnicos e dessa forma incrementar seus improvisos?

Os intervalos fazem parte do estudo de qualquer instrumento musical e o tema transcede os estilos musicais. Duvida?

Nessa classe os exemplos pråticos abordam as intençÔes estilísticas do neosoul, jazz, rock, blues e fuision, mostrando a versatilidade do assunto.

 

OlĂĄ meu amigo.

Estamos vivendo dias difĂ­ceis, entĂŁo sĂł quero passar por aqui para dar uma palavra de encorajamento para todos vocĂȘs e reforçar o papel do nosso grupo de fomento no TELEGRAM.

Grupos de fomentos, tal como diz Anders Ericsson em seu livro PEAK, funcionam como um agente motivador, além de serem locais onde as pessoas trocam interesses comuns e incentivam umas as outras.

Em tempo de isolamento, ter o apoio dos colegas e pessoas que vivenciam os meus sonhos pode fazer toda diferença.
Tente participar mais ativamente, aproveite o tempo em casa para gravar mais videos e compartilhar.
Curta o processo de estudo e se divirta praticando.

Vai na seção download e baixe playbacks para fazer um som.
Fique seguro em casa e logo tudo vai passar.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

Recentemente gravei um video que fixamos no inicio da guitarra 1.
Me vi impelido a falar de um assunto importante, que Ă© o fato de que cada pessoa tem um anseio diferente com a mĂșsica e por isso cada um deve se cobrar em nĂ­veis diferentes.

Cada um olha para a mĂșsica e deseja algo especĂ­fico. Por mais que tenhamos muitos pontos em comum, no fim das contas cada um tem a sua jornada e as suas preferĂȘncias.

VocĂȘ Ă© ou quer ser profissional? EntĂŁo se dedique para ter um diferencial no mercado e siga o mĂĄximo nossas recomendaçÔes sobre praticar tudo em 12 tons, ate que isso se torna a coisa mais natural da sua vida.
Se vocĂȘ esta em algum lugar entre o cara que sĂł toca por prazer e quer ser um mĂșsico amador de alto nĂ­vel, entĂŁo se cobre na medida que vocĂȘ esteja curtindo o processo.

Se não der para praticar em 12 tons, então pratique em 4, 6. Se não conseguir avançar nas tríades em blocos, deixe um pouco de lado e siga adiante, mas mantenha o assunto antigo no cronograma.

O que eu quero dizer é: Curta o processo, se algum ponto estå difícil, siga em frente sem abandonar completamente o assunto anterior, mas não fique paralisado diante de um assunto que, a principio é complexo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Videos e classes que foram adicionadas Ă  plataforma:

– Na classe de Guitarra 1 incluĂ­mos o vĂ­deo “Insight sobre improvisação”
– IncluĂ­mos a classe de Improvisação 2 Express atĂ© a semana 15.
– Live 04 do Professor de MĂșsica Empreendedor
– Semana 25 do Guitarra 02

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Bends, vibratos, ligados, slides, palhetada alternada, todas essas técnicas são importantes para
um guitarrista para que as suas frases tenham expressĂŁo, que seja possĂ­vel colocar
sentimento no que se estĂĄ tocando.

JĂĄ imaginou vocĂȘ numa jam tocando um blues e no momento de climax do seu improviso, vocĂȘ nĂŁo acerta aquele bend?
Vai executar um slide e para na nota errada, ou vai executar uma passagem rĂĄpida no seu improviso e a palhetada dĂĄ
aquela “engasgada”? Sempre quis articular aquela frase com um ligado limpo e preciso mas sempre achou difícil aqueles
pull-offs e hammer-ons?

Nessa classe o guitarrista e professor MĂĄrcio Cebola trata todos esses assuntos de uma forma
bem detalhada com exemplos pråticos de como executar cada uma dessas técnicas muito
famosas no Rock e que sĂŁo utilizadas em muitos estilos diferentes.

0

Nessa semana no meu blog eu coloquei uma listagem de livros que recomendo no meu novo curso, Prof. de MĂșsico Empreendedor. Junto a essa postagem aproveitei tambĂ©m para compartilhar mais 2 listagens, uma de biografias e uma sobre empreendedorismo.

Eu tenho certeza que o conteĂșdo de todas essas obras vĂŁo fazer a diferença na carreira de todos vocĂȘs como mĂșsico empreendedor como fizeram na minha.

Segue abaixo as listagens, boa leitura a todos!

Livros sobre empreendedorismo

Biografias Recomendadas

Prof. de MĂșsica Empreendedor – Leitura Recomendada

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Essa semana atualizamos algumas classes e inserimos outras, segue abaixo nossa lista de atualizaçÔes.

– Semanas 23 e 24 na classe de Guitarra 02 (Curso Express)
– Aula de Samba na classe de Levadas de MĂșsica Brasileira
– Criamos a classe Prof. de MĂșsica Empreendedor – YouTube Lives
– Acrescentamos na classe Rotina de Estudos a aula TĂ©cnicas para estudar.

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Como se manter focado com o volume de informaçÔes que temos hoje em dia? É possĂ­vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? VocĂȘ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? VocĂȘ sabe como montar o seu cronograma de estudos?
Parecem questÔes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informaçÔes que temos disponíveis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.

1 – Veja primeiro aqui / Rotina de estudo

Para Refletir

 

Semana passada falamos sobre o excesso de conteĂșdo e como isso tem matado a gente, mas nĂŁo Ă© somente o excesso de conteĂșdo que mata, mas tambĂ©m o excesso de objetivos, excesso de metas, excesso de ideias.

Foque no conteĂșdo no objetivo, nas metas e nas ideias necessĂĄrias para o momento.
Qual a rotina de hoje, a rotina de amanhã? Elas estão em dia? Então ok, agora vamos pensar no médio e longo prazo.

Stephen Covey no livro “Os 7 hĂĄbito das pessoas altamente eficazes” tem um capitulo dedicado para: FIRST THINGS FIRST (Primeiro o mais importante), inclusive na nossa plataforma tem um resumo deste livro no curso de MUSIC BUSINESS.

Para focar no amanhĂŁ, antes vocĂȘ precisa resolver as demandas de hoje.
A ansiedade Ă© gerada pelo medo de viver o futuro e a falta de coragem para simplesmente viver o presente.

Bons estudos
Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Anålises exclusivas para os nossos alunos sobre o trabalho de vårios artistas diferentes, independente do estilo musical, passando por Jazz, Fusion, Rock, Blues. Essas anålises são feitas sem o instrumento na mão, presando bastante a percepção dos nossos alunos a sonoridade impressa pelo artista em cada trabalho analisado. Desde escalas que foram usadas a motivos melódicos e ritmicos.

 

Quantidade x Qualidade

 

Quando comecei a tocar meu instrumento (1992) vivíamos uma situação oposta da que vivemos hoje.

Poucas pessoas tinham acesso a conteĂșdo, poucas pessoas tinham formação musical, poucas pessoas estavam dispostas a passar o conhecimento para frente. Quando pintava uma fita VHS com uma video aula (cĂłpia da cĂłpia da cĂłpia) quase jĂĄ em preto e branco de tanto ser copiada, era um desespero para fazer uma copia. Quem tinha dois videos cassetes para copiar?

Hoje TODO, absolutamente todo o conteĂșdo esta disponĂ­vel, e ai a gente pensa: Que maravilha!! Revolução!! Democracia do conteĂșdo!!

AĂ­ veio o problema. O livro perfeito para sua vida esta com as pĂĄginas todas misturadas e sem a numeração no rodapĂ©, portanto, o conteĂșdo Ă© maravilhoso, mas o sacrifĂ­cio para colocar este conteĂșdo dentro de uma ordem lĂłgica nĂŁo vale a pena.

NĂŁo fique dando tiro para todos os lados, foque somente no que importa, se desligue do que te distrai (fique off-line), tenha um tempo de qualidade com seu estudo.
Use seu tempo ocioso para ver as aulas, fazer as anotaçÔes e, quando estiver com seu instrumento em mĂŁos, vocĂȘ jĂĄ sabe o que precisa ser feito.

Eu particularmente fico o dia todo anotando coisas no meu bloco de notas e, quando chego em casa, jĂĄ sei exatamente o que devo fazer, minha caixa de emails Ă© cheio de mensagens de mim para mim mesmo, rs…

Bons estudos.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Essa semana foi bem agitada aqui na plataforma! Só essa semana fizemos as seguintes atualizaçÔes:

– Adicionamos as semanas 21 e 22 na classe Guitarra 02;
– 3 novas Lives foram adicionadas na classe de YouTube Lives;
– Um resumo de Harmonia BĂĄsica foi inserida na classe Harmonia Berklee 01 (Express);
– Levada de Samba foi adicionada na classe Levadas de MĂșsica Brasileira;
– Criamos a classe AnĂĄlises Musicais;
– Nossa classe de Introdução a Teoria Musical recebeu uma grande atualização, 10 novas aulas foram adicionadas e 12 ditados em ĂĄudio. Colocamos tambĂ©m o gabarito desses ditados.

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Uma das escalas mais versĂĄteis que temos, usada em estilos variados, desde o Jazz ao Rock. 5 notas que marcaram carreiras de grandes mĂșsicos que souberam como a utilizar de forma genial. Afinal de contas todos nĂłs sabemos, nĂŁo existe lick de pentatĂŽnica ruim, existe lick mal tocado rs.

Nessa classe o Mateus ensina 14 padrÔes que podem ser utilizados com a escala pentatÎnica que vão ajudar a compor o seu vocabulårio de frases para usar em seus improvisos.

 

Menos Ă© Mais (quase sempre…)

 

 

Miles Davis foi uma das figuras mais icĂŽnicas na mĂșsica popular de todos os mundo, um mĂșsico que moldou a maneira de improvisar e de liderar bandas. Entrar na banda do Miles Davis era garantia de fama eterna.

Miles cunhou uma frase que tomou uma proporção gigante quando disse: “Menos Ă© mais”.

Talvez a maior revolução proposta por Miles Davis tenha sido o rompimento com as harmonias complexas e a maneira de tocar ultra densa dos mĂșsicos de bebop, ou seja, era muita nota para um ouvinte comum compreender.

Miles Davis ficou conhecido por suas notas alongadas, pelos buracos deixados no meio dos improvisos, pela surpresa dos seus ataques.
O menos Ă© mais de Miles Davis nĂŁo se resume a si mesmo ou apenas a mĂșsica. Picasso ao longo dos anos foi tirando a complexidade de seus traços por outros mais simples.

Certa vez Steve Jobs disse: “É preciso trabalhar duro para deixar seu pensamento limpo e tonĂĄr-lo simples.”
Nassin Taleb escreve em seu livro Antifragil que a simplicidade Ă© muito mais eficaz do que a complexidade.

VocĂȘ pode continuar buscando tocar muitas notas, tocar acordes complexos e, na verdade, estes grandes nomes acharam a simplicidade depois de ter por um ĂĄrduo processo de introspecção.

SĂł estou escrevendo esta mensagem para dizer que esta tudo bem em tocar muitas ou poucas notas, o seu valor nĂŁo estarĂĄ nisso, mas sim na verdade daquilo que vocĂȘ faz.

Toque muito ou pouco se isso Ă© o que vocĂȘ quer transmitir, mas nĂŁo faça isso porque outras pessoas estĂŁo fazendo ou esperam que vocĂȘ seja capaz de fazer.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Outside, um tema que muitos tem dĂșvida do que Ă© de como aplicar ao seu vocabulĂĄrio na hora de improvisar.

Se desenvolver a habilidade de tocar dentro e fora da tonalidade adicionando uma sonoridade mais moderna, ĂĄcida e inovadora Ă© algo que vocĂȘ sempre buscou, essa classe vai te ajudar em todo o caminho do seu estudo, com exercĂ­cos, dicas, conceitos, dezenas de frases analisadas dentro de vĂĄrios estilos, Rock, Jazz, Fusion, Funk e Blues.

 

 


 

Hoje o papo Ă© reto e rĂĄpido.

 

VocĂȘ nĂŁo escolhe acordar motivado todos os dias, mas acordar disciplinado Ă© uma escolha.
Ao invés de buscar maneiras para se sentir mais motivado, pense apenas na disciplina.
VocĂȘ vai pegar e vai fazer simplesmente porque Ă© um comando e vocĂȘ pode.

Pratique todos os dias, independentemente do seu cansaço ou estado de espĂ­rito. Pratique por 10, 20 minutos ou por 2 horas, nĂŁo importa, o que importa Ă© que vocĂȘ adquira este hĂĄbito.
O cérebro humano leva em média 60 dias para colocar um novo håbito na programação, depois disso tudo se torna mais fåcil.
Portanto, no início o comando é seu, mas com o tempo o cérebro vai te ajudar nesta caminhada.

Curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da semana.

 

Mantendo o padrĂŁo de sempre melhorar as aulas que jĂĄ temos disponĂ­veis na plataforma, desde o meio do ano o Mateus vem regravando o curso de Guitarra 02, e nessa semana incluĂ­mos a semana 20. Nessa aula falamos continuamos o assunto dos modos da escala maior, e abordamos os modos menores frĂ­gio e eĂłlio, e abordamos um pouco sobre o blues menor.

Jå na classe de percepção 2, na seção express onde editamos o åudio e vídeo, fizemos correçÔes de volume e editamos as semanas 16 a 19. Para facilitar a navegação do aluno e tornar a localização das aulas mais fåceis, renomeamos as aulas.

Guitarra 02

Percepção Berklee 02 (Express)

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

VocĂȘ estudou muito, praticou bastante e decidiu iniciar o seu trabalho autoral, sĂł tem um porĂ©m, nĂŁo sabe por onde começar ou se sente perdido nas suas composiçÔes. NĂŁo existe nada melhor do que ter a oportunidade de avaliar e ter dicas de outro mĂșsico que jĂĄ tem seu trabalho lançado, uma carreira consolidada e 4 ĂĄlbuns lançados. Nossa classe de processo de composição instrumental aborda o processo de composição do nosso professor e diretor Mateus Starling. AtravĂ©s de playbacks, ĂĄudios, transcriçÔes e todas as explicaçÔes diretamente do Mateus sobre os trabalhos que foram lançados ao longo dos anos.


 

Restringir para Expandir

 

Aprendi esta frase com um dos maiores professores da Berklee chamado Hal Crook.
Ele dizia que para expandir Ă© necessĂĄrio restringir.

Quando falamos na pråtica de escalas, arpejos, voz guia e etc por região, estamos falando em restrição.
Forçar o mĂșsico a enxergar tudo o que precisa em uma regiĂŁo o força a eliminar as obscuridades.
Quantas vezes vocĂȘ parou de tocar em uma regiĂŁo do braço porque vocĂȘ nĂŁo conseguiu ver a escala, o arpejo ou a escala naquela regiĂŁo?

Quando nĂŁo restringimos, voltamos sempre para os lugares de conforto, dos modelos mais fĂĄceis, os acordes sem inversĂŁo, as conexĂ”es mal feitas, enfim, vocĂȘ deixa de experimentar novas sonoridades e cacoetes que sĂł funcionam em locais especĂ­ficos.

VocĂȘ precisa se acostumar a restringir logo no inĂ­cio, nas coisas mais simples, tal como pentatonicas e trĂ­ades, depois se torna natural, pois se transforma em uma mudança de mentalidade.

Por isso sempre digo para que vocĂȘs confiem em nosso conteĂșdo e cronograma, porque, sem perceber, vocĂȘ jĂĄ estarĂĄ dominando estas ferramentas.

Curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

Fizemos uma atualização no curso de Percepção Berklee 2. Acrescentamos 15 semanas de classes express e até o final da semana teremos muito mais. Todos as aulas das semanas estão nomeadas informando o assunto que estå sendo abordado ou a pågina da apostila em questão que estå sendo abordada na aula, tudo isso para poder tornar a navegação pelas aulas mais amigåvel para o aluno!

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

A prĂĄtica da leitura junto ao instrumento Ă© algo muito comum ao instrumentista de sopro ou pianista por exemplo, dificilmente vocĂȘ vai encontrar um violinista que nĂŁo lĂȘ uma partitura por exemplo. Infelizmente essa nĂŁo Ă© a mesma realidade quando falamos da guitarra por exemplo, muitos guitarristas enfrentam esse problema de nĂŁo conseguir ler uma partitura.

Pensando nisso nosso diretor e professor Mateus Starling desenvolveu o curso de leitura para guitarristas. Com 10 estudos em playalongs, mais de 10 PDF’s com peças para o estudo de leitura e aproximandamente mais 60 minutos de aulas falando sobre leitura de acordes, leitura na prĂĄtica e como desenvolver a leitura para tocar no instrumento.


 

Ano Novo, empolgação nova, mas…

 

Antes de mais nada….Um 2020 muito abençoado para vocĂȘ.
Bem, estou com muitas expectativas para este ano. Tenho certeza de que serå o melhor ano da minha vida e serå o seu também, vamos juntos nessa fazer um 2020 incrível.

2019 foi um ano de muito trabalho e crescimento e, no meio de todo turbilhĂŁo, religiosamente tirei meu tempo diĂĄrio para estudar meu instrumento. Sim, sou mĂșsico profissional e estou fazendo minha obrigação, mas quando estou dando aula ou tocando eu nĂŁo considero isso estudo, mas apenas trabalho. Estudar Ă© o momento de afiar o machado e de pensar no que preciso melhorar.

Costumo colocar minhas metas num papel, Ă© cientificamente comprovado que ter nossos planos e metas escritas surte muito mais efeito, melhor ainda Ă© se vocĂȘ tem isso por perto no seu dia a dia.

Sou insistente quanto a necessidade de se criar uma rotina escrita e bem definida. Portanto, pegue um ou dias da semana, veja os vĂ­deos, as apostilas e escreva num papel (pode ser celular ou computador) toda a sua rotina para os prĂłximos dias, tudo aquilo que vocĂȘ precisa praticar. Crie este hĂĄbito de pensar na rotina e de escrevĂȘ-la.

De manhĂŁ eu costumo programar meu dia, as vezes faço isso antes de dormir. Gosto de acordar mais cedo e ter controle sobre o meu dia, programar minha rotina e nĂŁo ir levando tudo de forma reativa, como se eu estivesse apagando incĂȘndios.

Os hĂĄbitos podem nos transformar em pessoas melhores ou piores. Bons hĂĄbitos podem te transformar em um mĂșsico melhor.
Em 2020 curta o processo, deixe de lado a ansiedade. VocĂȘ jĂĄ tem um cronograma e um conteĂșdo, agora vocĂȘ sĂł precisa fazer a sua rotina.

Desenvolva o hĂĄbito de estudar todos os dias e ser mĂ­nimamente organizado quanto a isso. Em pouco tempo os resultados irĂŁo te surpreender.

 

Deus te abençoe.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Nos dias de hoje se vocĂȘ nĂŁo estĂĄ produzindo conteĂșdo vocĂȘ estĂĄ fora do mercado. YouTube, Instagram, Facebook…Redes socias sĂŁo uma excelente forma de divulgar o seu trabalho. Nada melhor do que produzir esse conteĂșdo com uma qualidade de ĂĄudio profissional certo?

Isso quer dizer que vocĂȘ precisa procurar um estĂșdio profissional pra gravar a sua mĂșsica? NĂŁo! Ter um Home Studio Ă© uma realidade de muitos mĂșsicos atualmente. Tudo o que vocĂȘ precisa Ă© de um computador, uma interface de aĂșdio, um ou dois microfones e saber como operar a sua DAW.

Nesse curso de bĂĄsico de gravação de aĂșdio vocĂȘ vai encontrar todas as informaçÔes necessĂĄrias para começar a gravar seu ĂĄudio com nitidez e qualidade.

 

 

Coma Mais MĂșsica!

 

Na época das eleiçÔes muita gente passava grande parte do dia consumindo mídia política. Eram milhares de vídeos e matérias que invadiam nossa rotina diariamente. Quanto mais a gente consumia política mais a gente pensava nela.

Com a mĂșsica Ă© a mesma coisa. Quanto mais vocĂȘ ouve, pratica e conversa sobre mĂșsica, mais vocĂȘ pensa nela e, conseqĂŒentemente, mais vocĂȘ se alimenta dela.

Costumo dizer que nosso desenvolvimento musical esta fincado no tripé: O que ouvimos, o que praticamos e o que vivenciamos.
VocĂȘ Ă© o que vocĂȘ come. Do que vocĂȘ tem se alimentado?
NĂŁo digo apenas no sentido literal, ou seja, o que vocĂȘ come de proteĂ­nas e carboidratos ao longo do dia….espero que esteja tudo bem neste sentido…mas me refiro ao que vocĂȘ lĂȘ, os vĂ­deos que assiste, as mĂșsicas que ouve, seu entretenimento, sua vida espiritual.

VocĂȘ deveria estar envolvido com mĂșsica a maior parte do seu tempo, seja ouvindo e praticando ou seja conversando a respeito, por isso o grupo de fomento Ă© tĂŁo importante.

No livro PEAK a ciĂȘncia da expertise, o autor fala da importĂąncia de um grupo de fomento (O resumo do livro esta no VEJA AQUI PRIMEIRO), um local onde as pessoas possuem um objetivo em comum e se ajudam mutuamente para o desenvolvimento de uma ou mais habilidade.

Nosso grupo do Telegram Ă© um local que vocĂȘ deve freqĂŒentar, que vocĂȘ deve se envolver. Encorajamos nossos alunos a postar vĂ­deos e ĂĄudios de sua tocada, do seu treino e recebam feedback dos professores e alunos.

Perguntem e vejam como as idĂ©ias se desenvolvem. Muitos alunos jĂĄ passaram pelo estĂĄgio que vocĂȘ esta passando agora e o feedback deles Ă© tĂŁo precioso quanto ao dos professores.
Em cada buraco do seu dia se alimente de mĂșsica. Debata, ouça, pratique, veja e reveja as classes, vivencie mĂșsica…como mais mĂșsica.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana 

 

Nossa classe de introdução a teoria recebeu essa semana 6 novas aulas em complemento ao material que jå estava lå. Renomeamos também as aulas para facilitar o acompanhamento com a apostila.

Uma pequena listagem das aulas que foram adicionadas:

– Correção dos exercĂ­cios das pĂĄg. 20 e 21.
– Correção dos exercĂ­cios das pĂĄg. 24 e 26.
– Sinais de Alteração
– Fermata
– Escala DiatĂŽnica
– ExercĂ­cios das pĂĄg. 30 e 41

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Blues, um estilo que deu origem a diversos ritmos oceidentais, considerado o estilo que deu origem ao Rock e a muitos outros. Muitos mĂșsicos tentam dominar o estilo, o feeling, a forma de compor e de executar o blues, mas nem todos conseguem e como resultado nunca aprendem o estilo, ou o consideram de difĂ­cil compreensĂŁo.

Qual sĂŁo as formas do Blues? Quais as possibilidades harmĂŽnicas do Blues maior e menor? JĂĄ pensou em como utilizar acordes no Blues com e sem tensĂŁo TrĂ­tono e Drops?
Como trabalhar o desenvolvimento de motivos, pergunta e resposta e criação de temas espontùneos? Quando e como usar um fraseado Mixolídio aplicado no Blues Mixo #11 e como aplicar a escala alterada no blues? Como tocar um Blues com turnaround?

Curta o Processo!

Lembro pouca coisa de quĂ­mica e fĂ­sica. Segui como mĂșsico e meu interesse e necessidade de uso destas matĂ©rias foi se evaporando ao longo da vida.

As vezes tenho a impressĂŁo de que quase tudo o que aprendi na escola nĂŁo serviu para grandes coisas, mas isso nĂŁo Ă© verdade.
Apesar das críticas que possamos ter ao sistema de ensino, muitas destas matérias foram importantes para nos formar como seres pensantes.

Eis que vocĂȘ estĂĄ aqui agora diante de classes como guitarra, improvisação, harmonia e percepção. É claro que vocĂȘ logo percebe sua conexĂŁo com as classes de guitarra e improvisação, mas muitos tendem a negligenciar as “teĂłricas” que na verdade tem muito mais resultado prĂĄtico do que se imagina.

Mesmo em matérias como guitarra e improvisação, alguns tendem a pensar que não precisam de certas coisas.
Por que estudar tudo em 12 tons? Por que conhecer cada região do braço do meu instrumento? Para que tanta tríade, tétrade? Tem que inverter tudo?

Por mais que vocĂȘ siga na sua vida tocando apenas C G Am e F, entenda que este conhecimento vai ser libertador, atĂ© mesmo quando vocĂȘ for tocar coisas extremamente simples. Agora vocĂȘ terĂĄ opçÔes de abordagem.

Costumo falar com os alunos que vocĂȘ tem a possibilidade de estudar por 18, 24 meses e adquirir muito mais do que uma base sĂłlida, mas sim uma caixa de ferramentas completa para que vocĂȘ possa resolver qualquer bronca musical que apareça na sua frente.
Seja constante e curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Com o compromisso do constante processo de evolução do conteĂșdo que Ă© oferecido na plataforma, e ao suporte para os nossos alunos, fizemos atualizaçÔes importantes nessa semana.
Vamos Ă s novidades…

– Na seção de downloads todas as backing tracks e playbacks estĂŁo organizadas em pastas e por classe;
– O curso express de Harmonia Berklee 2 estĂĄ completo na plataforma. Ficou muito bom, pois o Mateus deu ĂȘnfase na aplicação do curso no instrumento.
– A classe express de Guitarra 2 estĂĄ quase completa, fizemos o upload da semana 13 atĂ© a 19.


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

Sempre quis entender como funciona a harmonia modal? Como fazer o som dos seus solos e composiçÔes soarem modais? Qual nota ou intervalo sĂŁo caracterĂ­sticos de cada modo? Tem dĂșvida de como funciona o emprĂ©stimo modal, harmonia quartal aplicada sobre os modos? Quer ser capaz de analisar cada modo de forma separada e identificar as suas particularidades?
Entenda de uma vez por todas os pontos de vista sonoro e visuais, progressÔes harmÎnicas com as notas características dos modos, como improvisar sobre Pitch Axes, progressÔes modais e muito mais.

 

VocĂȘ nĂŁo Ă© nada sem um cronograma

 

Apesar da orientação que damos aos alunos para que vejam antes de tudo o curso VEJA AQUI PRIMEIRO, muitas pessoas passam batido pelo vĂ­deo a respeito de cronograma, entĂŁo vou colocar em palavras o que vocĂȘ deve ter em mente para montar seu cronograma semanal.

O cronograma Ă© algo que vai se modificando ao longo do tempo, por isso Ă© importante que vocĂȘ saiba como montar o seu cronograma de acordo com a sua disponibilidade e interesse.
Na escola convencional vocĂȘ tinha aula de geografia, matemĂĄtica, portuguĂȘs e etc. Toda semana vocĂȘ era bombardeado com conteĂșdos especĂ­ficos de cada uma destas matĂ©rias e o conteĂșdo avançava semana apĂłs semana.

Aqui na Starling Academy Ă© a mesma coisa. VocĂȘ tem o nĂșcleo duro de classes, que equivale as aulas de geografia, matemĂĄtica e etc. Isso quer dizer que vocĂȘ estarĂĄ cursando algumas classes concomitantemente, ou seja, ao mesmo tempo. Cabe a vocĂȘ decidir se vai assistir tudo no mesmo dia ou espalhar ao longo da semana.

Em tese os alunos seguem o nĂșcleo duro fazendo as classes de GUITARRA, IMPROVISAÇÃO, HARMONIA e PERCEPÇÃO BERKLEE.
Este cronograma Ă© parelho ao cronograma que vocĂȘ estaria se submetendo se estive chegando na Berklee hoje, mas o que acontece Ă© que muitos alunos, talvez a maioria, precise antes fazer alguma coisa dos cursos introdutĂłrios de guitarra e introdução a teoria, para depois entrar no nĂșcleo duro.
Fazendo estas classes introdutĂłrias ou atĂ© mesmo jĂĄ o nĂșcleo duro, vocĂȘ pode puxar uma, duas, trĂȘs classes de extensĂŁo.

Portanto, para muitas pessoas o cronograma vai ficar assim:

Perceba que nas primeiras semanas o aluno estudou ao mesmo tempo guitarra para iniciantes, introdução a teoria e puxou duas matérias dos cursos de extensão que foram setup de efeitos e padrão de pentatÎnicas.
Na quinta semana o aluno finalizou as classes de extensĂŁo de setup de efeito e substituiu pelo curso de desenvolvimento de motivos e manteve todo o resto do cronograma.

Na sĂ©tima semana o aluno finalizou os cursos do nĂșcleo duro guitarra para iniciantes e introdução a teoria e começou com guitarra 1, improvisação 1, harmonia e percepção Berklee 1.
O conteĂșdo de cada semana jĂĄ esta contido nos vĂ­deos e apostilas, portanto, basta assistir o vĂ­deo e tomar nota do que serĂĄ estudado naquela semana.

Caso tenha qualquer dĂșvida nosso grupo no whatsapp/telegram existe para isso mesmo. No grupo os alunos e professores debatem sobre o dia a dia do estudo, analisamos os vĂ­deos, falamos sobre mĂșsica e etc.

Bons estudos.
Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

VocĂȘ tem dificuldades de criar solos que possuam linhas melĂłdicas marcantes? Suas idĂ©ias nĂŁo soam espontĂąneas como vc gostaria? Uma tarefa ĂĄrdua para muitos Ă© fazer com que os nossos solos contem uma histĂłria, e se essa histĂłria tiver que ser improvisada…a maioria tem medo de fazer feio na hora H.

Aplicar nos solos e improvisos as técnicas de bends, ligados, slides e intervalos de forma espontùnea e equilibrada, construir um solo do zero com características líricas e melódicas que sejam memoråveis e de forma espontùnea podem se tornar muito mais fåceis.

Com diversos exercĂ­cios e conceitos para tornar o seu solo mais melĂłdico e lĂ­rico a nossa classe de Desenvolvimento melĂłdico e lĂ­rico tem como objetivo guiar o estudante nesse caminho.

NĂŁo Subestime a Base!

Por mais que falemos insistentemente sobre a necessidade de se trabalhar a base, nĂŁo Ă© incomum que o aluno entre na plataforma e fique passeando por classes e mĂłdulos aleatĂłrios, indo direto a conteĂșdos que entenda como importante, ignorando a instrução que damos para que a base seja trabalhada antes de avançar.

Se vocĂȘ jĂĄ tem uma experiĂȘncia tocando, inclusive se vocĂȘ jĂĄ Ă© profissional, o trabalho de base continua sendo importante. É provĂĄvel que vocĂȘ faça este trabalho com mais rapidez, se comparado ao mĂșsico mais iniciante, mas mesmo assim trabalhar as bases serĂĄ recompensador.

É muito comum encontrarmos mĂșsicos profissionais com problemas de base.
Quando fui estudar na Berklee com 26 anos eu jĂĄ tocava profissionalmente a 10 anos e tinha vĂĄrios problemas na minha base, isso se deve ao fato de que a guitarra Ă© um instrumento novo na linha do tempo (Menos de 100 anos de existĂȘncia), as metodologias sĂŁo desencontradas, muito diferente de instrumento com sĂ©culos de existĂȘncia, tal como o piano e instrumentos de sopro no geral onde temos “escolas” tradicionais.

A galera começa a tocar guitarra no peito e na raça, muitas vezes retendo tudo o que aparece na frente em termos de metodologia e videos do youtube, tudo cruzado e sem organização.

SerĂĄ que vocĂȘ realmente jĂĄ domina as pentatĂŽnicas, todas as qualidades de trĂ­ades em todas as inversĂ”es e sets de cordas, escala maior? Tudo isso precisa fluir em todas as 12 tonalidades. Instrumentista nĂŁo escolhe tonalidade, tem que estar fluente em qualquer tom, se o vocalista precisar de mudar o tom vocĂȘ vai dizer que nĂŁo toca na tonalidade de Eb?

Acredite no cronograma e no conteĂșdo que oferecemos. A Starling Academy jĂĄ formou dezenas de mĂșsicos que hoje sĂŁo referĂȘncia no mercado, alĂ©m disso, nossa metodologia Ă© toda vinculada a Berklee College of Music e adaptada para a nossa realidade.
É melhor passar alguns meses trabalhando a base e se livrando deste processo de uma vez por todas do que toda se deparar com obscuridades que já deveriam ter ficado para trás.

Fique tranquilo, trabalhe a base e curta o processo.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Se tornar um mĂșsico proficiente Ă© um dos seus objetivos? É importante na sua carreira conseguir transitar entre esitlos musicais diferentes? Quer aprender a usar de forma prĂĄtica e criativa os intervalos melĂłdicos e harmĂŽnicos e dessa forma incrementar seus improvisos?

Os intervalos fazem parte do estudo de qualquer instrumento musical e o tema transcede os estilos musicais. Duvida?

Nessa classe os exemplos pråticos abordam as intençÔes estilísticas do neosoul, jazz, rock, blues e fuision, mostrando a versatilidade do assunto.


 

Vale a pena estudar 5 ou 10 minutos por dia?

 

Vale sim meu amigo e vou te explicar.
VocĂȘ precisa estudar seu instrumento todos os dias (no mĂĄximo 1 dia de folga na semana) e existem muitas evidĂȘncias cientĂ­ficas a respeito da necessidade da constĂąncia no aprendizado do instrumento, que vai da parte intelectual a parte motora.

A parte motora necessita de muito trabalho fĂ­sico, precisa da “intimidade” com o instrumento. Estamos falando de tendĂ”es que vĂŁo se adaptando aos movimentos.
Recentemente li a biografia do baixista Jaco Pastorius, um cara que revolucionou o baixo eletrico. Ele praticava muitas vezes sentado no sofĂĄ ao lado da famĂ­lia, conversando e interagindo, enquanto isso ele simplesmente fazia exercĂ­cios, escalas e tudo o que era um trabalho meramente mecĂŁnico.

Jaco queria aproveitar todas as brechas do dia para praticar seu instrumento sem perder a oportunidade de interagir com a familia, entĂŁo, o baixo se tornou membro da famĂ­lia.

Pode parecer um exagero, mas postei um video no youtube a respeito do saxofonista Charlie Parker que chegou a praticar 14 horas por dia…
Sim, sim, sim…vocĂȘ nĂŁo quer isso para sua vida e nem precisa entrar em parafuso, o que que eu quero dizer Ă© que cada um deve fazer o melhor dentro da sua realidade.

Se vocĂȘ quer ser profissional, nem se atreva em passar um dia sem pelo menos se debruçar 1 ou 2 horas com o instrumento, mas se vocĂȘ toca apenas pelo prazer de tocar e teve um dia complicado, esta esgotado e, no fim das contas, nĂŁo sobrou tempo algum para o instrumento, entĂŁo Ă© nesse dia que vocĂȘ deve tocar os 5, 10 minutos, talvez relaxando em frente a TV, nĂŁo importa, Ă© melhor alguma intimidade com o instrumento do que nenhuma. No outro dia volte a sua rotina e tenha um tempo de qualidade com seu instrumento.

No dia dos 5 ou 10 minutos, suba e desça escalas, arpejos, faça os padrÔes da pentatÎnica, mas faça algo com seu instrumento, não deixe seus tendÔes dormirem sem que tenham passado por algum processo mecùnico.

Conte conosco nessa caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

 

Toda semana atualizamos a seção do blog da plataforma da escola. Todas as novidades da plataforma, sugestÔes de classes para assistir e um texto para reflexão, escrito pelo Mateus, são a melhor forma de iniciar a semana!

Vídeos novos do canal da escola e dicas de ålbuns, artistas e como estudar são postadas aqui na seção do blog!

 


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

Bends, vibratos, ligados, slides, palhetada alternada, todas essas técnicas são importantes para
um guitarrista para que as suas frases tenham expressĂŁo, que seja possĂ­vel colocar
sentimento no que se estĂĄ tocando.

JĂĄ imaginou vocĂȘ numa jam tocando um blues e no momento de climax do seu improviso, vocĂȘ nĂŁo acerta aquele bend?
Vai executar um slide e para na nota errada, ou vai executar uma passagem rĂĄpida no seu improviso e a palhetada dĂĄ
aquela “engasgada”? Sempre quis articular aquela frase com um ligado limpo e preciso mas sempre achou difĂ­cil aqueles
pull-offs e hammer-ons?

Nessa classe o guitarrista e professor MĂĄrcio Cebola trata todos esses assuntos de uma forma
bem detalhada com exemplos pråticos de como executar cada uma dessas técnicas muito
famosas no Rock e que sĂŁo utilizadas em muitos estilos diferentes.

MĂșsica NĂŁo Ă© Teoria!

Um erro que muitos estudantes de mĂșsica comentem Ă© querer aprender mĂșsica como uma experiĂȘncia meramente teĂłrica.
MĂșsica Ă© antes de tudo som e emoção. MĂ©todos escritos podem ajudar bastante e de vĂĄrias maneiras, mas nada supera a experiĂȘncia de ouvir e replicar.

Antes de estudar na Berklee, eu jå possuia vårios métodos do Mick Goodrick. Mick foi professor de guitarristas como John Scofield, Mike Stern, Julian Lage, Pat Metheny, Tim Miller, Bill Frisell e muitos outros.

Tive o privilĂ©gio de ser aluno do mestre pro 2 anos consecutivos. O interessante Ă© que, quando passĂĄvamos algum conteĂșdo dos mĂ©todos que eu jĂĄ tinha estudado, percebia que alguns destes assuntos eu tinha passado batido por acreditar que nĂŁo eram importantes. Eu olhava a instrução na folha, entendia, mas nĂŁo aplicava da maneira devida.

Os videos possuem uma dupla vantagem. Que Ă©, nĂŁo somente aprender um conteĂșdo metodolĂłgico, mas tambĂ©m ouvir a aplicação e receber a explicação com a ĂȘnfase necessĂĄria. VocĂȘ ouve e vĂȘ e a instrução a respeito da importĂąncia daquele aspecto especĂ­fico.

MatĂ©rias como harmonia e percepção, apesar de estarem na categoria “teoria”, devem vir acompanhadas da experiĂȘncia de ver o video. Tem muita coisa da experiĂȘncia do professor que vai fazer toda a diferença na hora de ministrar o conteĂșdo.

Acho uma boa vocĂȘ levar as apostilas para o ĂŽnibus, para o trabalho e usar este tempo para fazer os exercĂ­cios que exigem escrita, mas nĂŁo deixe de ver o video em algum momento.

Outra dica Ă©: Quando for estudar seu instrumento, esteja com as instruçÔes bem definidas. Veja o video antes, faça as anotaçÔes, faça sua rotina (Veja o video de rotina no VEJA AQUI PRIMEIRO) e sente para estudar com um objetivo em mente. Reveja o conteĂșdo quantas vezes for necessĂĄrio e curta o aprendizado.

Conte conosco nesta caminhada.
Mateus Starling


Novidades da Semana

VocĂȘs pediram e nĂłs atendemos! Nossos alunos ao longo do perĂ­odo em que estudaram conosco sempre nos deixavam um feedback do que gostariam de ver na plataforma e onde poderĂ­amos melhorar. Fizemos intensas melhorias para que a experiĂȘncia do aluno na ĂĄrea de estudos seja sempre a melhor. Abaixo uma pequena lista das melhorias que fizemos.

– Área do aluno
– Continue assistindo (Ășltima 3 aulas)
– Cancelar assinatura
– Reativar assinatura (BETA)
– Favoritos
– Busca
– Filtro de favoritos e “em andamento”
– Ordem de mais recentes ou alfabĂ©tica
– PĂĄgina do curso
– PĂĄgina da aula
– Atalho para continuar da aula que parou
– Marcação de aula completa manual e automĂĄtica (ao fim do vĂ­deo)
– Avanço manual e automĂĄtico da aula (ao fim do vĂ­deo)
Navegação mais amigåvel


NĂŁo Viu Ainda?
(Cursos que achamos importantes e muitos deixam passar)

 

 

Como se manter focado com o volume de informaçÔes que temos hoje em dia? É possĂ­vel evoluir nos estudos mesmo tendo pouco tempo para poder estudar durante o dia? VocĂȘ sabe como alinhar os seus estudos com os seus objetivos? VocĂȘ sabe como montar o seu cronograma de estudos?

Parecem questÔes simples de se resolver mas hoje em dia o volume de informaçÔes que temos disponíveis podem atrapalhar mais do que ajudar, temos as redes sociais ao alcance do nosso bolso e facilmente podemos perder horas com elas.

Na classe de rotina de estudos temos dicas importantes de como estudar, como criar a sua rotina de estudos e como se manter focado nos seus objetivos.